Percebo que muitas pessoas ainda não conhecem a abordagem comportamental da nutrição e não entendem que tipo de trabalho é feito.

Por isso, resolvi esclarecer quais são os objetivos em utilizar essa abordagem e por qual motivo ela surgiu.

Ressalto que em um tratamento, os objetivos listados abaixo, são alinhados ao objetivo individual de cada paciente.

A abordagem comportamental da nutrição surgiu para:

📍Resgatar a liberdade e o prazer em comer;

📍Modificar a crença que para ser saudável e ter um peso estável é necessário viver em dieta;

📍Esclarecer que é possível, se comer todos os alimentos, sem que essa seja uma postura de comer em excesso;

📍Fazer com que não haja um pensamento constante em comida e que assim seja possível transferir o foco e a energia para outro pensamento ou atividade;

📍Resgatar a vontade de se cuidar, sem usar práticas de punição e restrição;

📍Ensinar que é possível aceitar e respeitar o seu corpo como ele é, e que isso não significa ter descuido com a saúde e a aparência;

📍Lidar com uma condição de doença crônica, em que é necessário modificar #hábitosalimentares;

📍Apoiar a formação e o desenvolvimento do #comportamentoalimentar saudável, em crianças e adolescentes;

📍Ressignificar padrões alimentares, para novas condições biológicas, como na #gestação;

📍Sintonizar #corpo#mente e #comida;

📍Difundir o conceito ampliado de #saúde.

É comum as pessoas pensarem que o #nutricionista só prescreve #dieta e que somente ela poderá resolver os seus problemas.

Hoje o meu convite é justamente para #refletirmos o quanto essa medida simplista não vem funcionando ao longo das décadas.

✨Não seria o momento ideal para se abrir a uma nova abordagem? Para tentar fazer diferente em busca de um resultado diferente? Pense nisso! ✨

Conheça uma nova nutrição em:

https://www.nutricionistamariafernanda.com